SMADS

15 anos do Cras Vila Sônia: Comemoração tem foco no direito à assistência social e saúde

7 de maio de 2024
Dr. Marcelo Carvalho, a secretária Euclidia Fioravante, a psicóloga do Cras, Carmem Lúcia e a coordenadora Noemi Lopes explicam sobre os serviços públicos

Usuários do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Vila Sônia participaram na manhã de hoje, dia 06/05, de Acolhida em comemoração aos 15 anos de atuação do serviço no território. A atividade, realizada sempre às segundas-feiras, contou com o fortalecimento de informações sobre os serviços ofertados pela Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (Smads) e Secretaria de Saúde.

Equipe do Cras Vila Sônia, junto à secretária da Smads, Euclidia Fioravante e o subsecretário de Saúde, Marcelo Carvalho

Na atividade, onde participaram mais de 30 pessoas de bairros como Jardim Maria Cláudia, Parque Piracicaba, Balbo, Boa Esperança, IAA, Santa Terezinha, Vem Viver, entre outros, a coordenadora do Cras, Noemi Lopes fez uma reflexão sobre o papel do serviço e de que forma a sua oferta no território impactou a vida de pessoas e famílias ao longo de 15 anos. “Muitas famílias foram ou são atendidas aqui, por meio de ações preventivas que trabalham o fortalecimento dos vínculos familiares e comunitários, além de ampliar e garantir o acesso aos direitos de cidadania”, explicou.

Euclidia Fioravante, secretária da Smads, também esteve presente e falou sobre a possibilidade de ofertar aos moradores do território, o acesso facilitado para o cadastramento no Cartão Pira Cidadão, a partir do atendimento descentralizado nos Cras. “Além de cadastramento, quando tiverem alguma dificuldade de acesso às informações dos serviços públicos, a consulta pode ser feita nas unidades de Cras para evitar o deslocamento”, disse.

O subsecretário da Saúde, Marcelo Carvalho, esteve presente e apresentou informações sobre os serviços de saúde e as formas de acesso, como o serviço de Telemedicina gratuita, onde os pacientes do SUS, com cadastro no Cartão Pira Cidadão podem realizar consultas de baixa complexidade, por meio de celular ou computador. “Além disso, a Saúde ampliou as ações do Programa Zera Fila, com a oferta de procedimentos oftalmológicos por meio da ação Pira+Visão Mutirão de Catarata que segue até o mês de julho”.

Outro programa citado foi a Zeladoria Comunitária, que viabiliza a cooperação entre Administração Pública e Associações de Bairro ou Moradores regularizadas para manter serviços de zeladoria (poda de árvores, manutenções estruturais em geral, tapa-buraco, manutenção de parques e equipamentos públicos, jardinagem e paisagismo) em regiões afastadas da área urbana do município, como já vem acontecendo em Artemis, Santana, Santa Olímpia e Tanquinho e será ampliado, totalizando 14 regiões.

Durante o mês de maio, sempre às segundas-feiras, as Acolhidas no Cras Vila Sônia serão realizadas em parceria com outros serviços, como a Apaspi (Associação de Pais e Amigos dos Surdos de Piracicaba) que esteve no período da tarde de hoje; a equipe Volante e Programa Criança Feliz no dia 13/05; Auma (Associação de Autistas) e equipe do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), no dia 20/05 e para fechar a programação, Avistar (Associação de Atendimento a Pessoas com Deficiência Visual) e Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos/Centro de Convivência Intergeracional (CCInter), no dia 27/05.

Tags: Crassmads
Voltar