SMADS

Imposto de Renda: mais de 2.500 crianças, adolescentes e pessoas idosas são beneficiadas

22 de maio de 2024

Mais de 2.500 pessoas entre crianças, adolescentes e pessoas idosas são atendidas mensalmente, em projetos sociais executados por organizações da sociedade civil (OSCs), por meio de recursos do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Fumdeca) e do Fundo Municipal do Idoso (FMI) de Piracicaba provenientes da destinação do Imposto de Renda devido. Ao todo, 27 projetos estão em execução neste ano.

crianças participam de atividades que trabalham regras de comportamento e a autonomia

Entre tantos, o Florescer e o TEAcolhe são projetos realizados pela Associação de Pais e Amigos dos Autistas (Auma) via Fumdeca. No Florescer, crianças entre zero e 11 anos de idade participam de atividades que trabalham as regras de comportamentos sociais, o despertar do interesse da criança àquilo que se apresenta ao seu redor e a autonomia. Já no TEAcolhe, crianças e adolescentes, entre 12 e 17 anos são atendidos com a proposta de atividades em grupos (oficinas e jogos sociais) que visam o estímulo da comunicação, interação social, autonomia e o fortalecimento dos vínculos familiares.

Ana Paula Gonçalves é mãe de Bernardo, 05 anos e fala com alegria sobre o quanto o projeto Florescer tem auxiliado o filho na interação social e a se comunicar melhor. “São muito avanços. Ele participa há 02 anos e o atendimento tem ajudado bastante não apenas na vida dele, mas também na minha. Aprendi a lidar até com meu filho mais velho que tinha algumas questões de relacionamento”, contou Ana Paula.

Outro projeto que tem feito a diferença no município é o Com Vivência, realizado pela Associação Franciscana de Assistência Social Coração de Maria (Afascom) e Centro Social de Assistência e Cultura São José (Cesac), com financiamento do FMI. O projeto atende pessoas idosas em espaços públicos da cidade, com a oferta de oficinas de atividades físicas (ginástica, alongamento, yoga), manuais (artesanato), ecológicas, grupais (com psicóloga) e culturais (dança, música).

Elisabete Gonçalves, 63 anos é uma das participantes da oficina de bordado sashiko

Elisabete Gonçalves, 63 anos, moradora do Jardim Glória, é uma das participantes da oficina de bordado sashiko, realizada no Centro Social do Vila Cristina. “Desde o início do projeto participo de aulas de artesanato, ginástica e de dança. Para mim, isso funciona como terapia, pois me sinto bem, aprendo algo novo e além disso, usufruo de um espaço público bem organizado”, disse.

Roseli Padron Tognoni, 61 anos, encontrou mais autonomia e disposição para tarefas diárias

Esse projeto trouxe vida para mim. A cada oficina me sinto realizada, faço novas amizades e exercito a minha memória. Antes, só saía de casa em casos de necessidade, mas hoje sinto prazer em adquirir cada vez mais, autonomia e disposição para tarefas diárias”, explicou Roseli Padron Tognoni, 61 anos, moradora do Vila Cristina.

Além dos projetos citados, outros como Espaço Aberto e Mentes Criativas, da Afascom; Reconstruindo histórias e Ressignificando Vivências, do Centro Regional e Atenção aos Maus Tratos na Infância de Piracicaba (Crami); Era uma vez, Conectando Laços, Recipin 2024: Rede de Cuidado Integral e Integrado na Primeira Infância e Flor&Ser – atendimento educacional especializado do Centro de Reabilitação Piracicaba (CRP); Aprendendo com as letras, da Casa do Amor Fraterno; Em seu lar e SuperAção, da Fundação Jaime Pereira (Funjape); projeto Preventivo 2024 e Grupo de Apoio a Adoção de Piracicaba – GAAP/2024, da Pastoral do Serviço da Caridade (Pasca), Saberes, MovimentArte e Comossomos, do Espaço PIPA; Além do Olhar: o mundo da pessoa com deficiência visual, da Avistar; Corpo em Movimento 2024, da Apae e Conexões para cidadania 2024 e Aprendendo com a Música 2024, do Educando pelo Esporte e Vem Ser, da Apaspi, são realizados com recursos dos fundos municipais e ofertam atendimento de crianças e adolescentes no município.

IMPOSTO DE RENDA – O prazo para o envio da declaração do Imposto de Renda (IR) termina no dia 31/05. Os contribuintes têm a opção de destinar parte do imposto devido a projetos sociais que executam atendimento a crianças, adolescentes e pessoas idosas de Piracicaba. Os valores doados serão destinados a projetos aprovados pelos Conselhos Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescentes (CMDCA) e do Idoso (CMI), via Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Fumdeca) e Fundo Municipal do Idoso (FMI), no próximo ano.

A destinação é fácil e sem custos, basta acessar o programa da Receita Federal (https://www.youtube.com/watch?v=nD5B3zxRSos). No momento da Declaração de Imposto de Renda, a ficha a ser preenchida é “Doações Diretamente na Declaração”, onde poderá optar pelo valor calculado e o tipo de fundo escolhido e pagar o DARF até o prazo final de entrega da declaração. A doação só pode ser feita nas declarações do tipo “Completa / Por Deduções Legais”. Aqueles que têm o direito à restituição também podem destinar. O valor da destinação será somado ao da restituição corrigida pela Selic.

Voltar