Smads

Serviços para a pessoa em situação de rua

2 de julho de 2021

Serviços do município para a pessoa em situação de rua:

– Centro POP
A porta de entrada do atendimento socioassistencial para a população em situação de rua em Piracicaba acontece por meio do Centro Pop (Centro Referência Especializado em População em situação de Rua), que atende na Rua Voluntários de Piracicaba, 815, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.
Além de café da manhã, banho, espaço para lavagem de roupas, oferece atendimento psicossocial, encaminhamentos e atividades que visam o resgate dos vínculos interpessoais e/ou familiares e a construção de outras trajetórias de vida, visando o processo gradativo de saída da situação de rua.

– SEAS – Serviço especializado em Abordagem Social
Na cidade, também existe o serviço que desenvolve a busca e abordagem desse público. Trata-se do Seas – Serviço especializado em Abordagem Social, equipe técnica que identifica a presença de pessoas em situação de rua no município e oferta os serviços socioassistenciais e das demais políticas públicas, media e realiza encaminhamentos, de acordo com a necessidade de cada indivíduo.
O Seas funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 21h30 e aos sábados e domingos, das 9h às 18h. Pode ser acionado pelos telefones 19 3422-9943 / 19 99446-4389 / 19 99705-4663.

Sobre os abrigos, são dois tipos de serviços diferentes:

– SERVIÇO DE ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL PARA PESSOAS EM SITUAÇÃO DE RUA – duas unidades: Pompéia e Jardim Califórnia. Diferente do albergue noturno para migrantes, que atende por demanda espontânea, o acesso ao serviço de Acolhimento institucional se dá por meio do encaminhamento do Centro POP (Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua), ou do SEAS, com avaliação da Equipe Técnica. Tais encaminhamentos são realizados diariamente, com rotatividade.
Espaço de acolhimento provisório de pessoas em situação de rua de Piracicaba, de ambos os sexos, em situação de risco, abandono, rompimento dos vínculos familiares, sem condições de sustento próprio, respeitando o direito de permanência por tempo determinado, de acordo com as articulações e ações entre os serviços socioassistenciais e das outras políticas públicas setoriais de atendimento à população em situação de rua. É ofertada alimentação, higiene pessoal, além do acompanhamento psicossocial da equipe técnica de referência, sendo desenvolvido junto ao atendido o Plano Individual de Atendimento (PIA), instrumento que norteia a ação e encaminhamentos de cada pessoa, de acordo com todas as suas necessidades, podendo haver encaminhamentos para serviços da Saúde, da própria assistência, como o Cadastro Único, Trabalho e Renda, entre outros.

– SERVIÇO DE ACOLHIMENTO PARA MIGRANTES – ALBERGUE NOTURNO, no bairro Alto.
Atende por demanda espontânea. É ofertada a pernoite, banho, higiene pessoal, jantar e café da manhã, além de atendimento técnico, a partir das 15h.

 

Voltar